Quais as projeções do mercado para a taxa de câmbio neste ano?


Prezado(a),

Você respondeu e nós te ouvimos!

Segue a resposta de nossa estrategista de câmbio, Fernanda Consorte.



Espero que goste! Obrigado!


Você perguntou, nós respondemos:

Quais as projeções do mercado para a taxa de câmbio neste ano?



Amigos, já conversamos há seis meses por meio desses artigos, e imagino que já tenham percebido que sou um pouco cética em relação a projeções da taxa de câmbio. Assim, vamos começar citando Delfim Netto, que, em meados de 2009, escreveu em um jornal que “[…] existem três causas que levam à loucura: o amor, a ambição e o estudo das taxas de câmbio”.

Mas, por ossos do oficio, meus colegas economistas fazem suas projeções, assim como eu costumo arriscar uma tendência, olhando o que está ocorrendo lá e cá (como relembrar é viver, sugiro que recorram ao texto em que eu modestamente expliquei quais fatores influenciam a taxa de câmbio, em 24/09/2018:https://www.ourinvest.com.br/analises/interativo/quais-fatores-influenciam-a-taxa-de-cambio).
Essas “previsões” estão guardadas, para quem quiser encontrar, no site do BCB, e lá você pode pedir pela mediana ou média do mercado (são cerca de 190 instituições que alimentam essa fonte). Há também uma segmentação das 5 melhores instituições, ou seja, as que tiveram o menor erro em um determinado período, nomeadas de Ranking TOP 5.

Antes que o brilho lhes salte aos olhos, vale mencionar que o erro absoluto médio desse ranking TOP 5, nos últimos 7 anos, foi de cerca de 16% considerando a projeção com 1 ano de antecedência; 8,0% com 6 meses de antecedência; e de 5,0% com 3 meses de antecedência. Exemplo: se a mediana das projeções das instituições ranqueadas no TOP 5 para 12 meses à frente for de US$/R$ 3,90, historicamente o erro médio sugere que essa taxa pode ser tanto US$/R$ 3,30 como US$/R$ 4,5. Mas olhem, não desanimem não, o matemático Henri Poincaré (1854-1912) dizia que “é muito melhor prever sem certeza do que não prever nada” .

Vamos, então, aos números? Segundo estimativas do BCB, encerradas em 11/jan/19, as instituições brasileiras projetam que a taxa de câmbio encerre 2019 a R$/US$ 3,80; já aquelas ranqueadas pelo TOP 5 projetam R$/US$ 3,90.

Acredito que essa piora em relação ao patamar atual de ~US$/R$ 3,70 esteja ligada ao cenário internacional, uma vez que há uma expectativa de desaceleração do crescimento mundial, liderada pela China, o que fatalmente afetaria a taxa de câmbio dos países emergentes como um todo.
Quando olhamos a trajetória mensal das expectativas, os maiores acertadores acham que teremos um “pico” de taxa de cambio no final de 2019, possivelmente quando o mercado colocar na conta alguma frustração com o governo atual, somada a um cenário internacional pouco auspicioso.

Eu, que estou no time dos otimistas, acho que há espaço para valorização, ou seja, abaixo de US$/R$ 3,70, uma vez que, na minha visão, o atual governo terá oportunidades e condições de avançar em reformas e em esforços no setor de infraestrutura. Isso num ambiente em que as taxas de juros e inflação estão bem ancoradas. Desta forma, o Brasil deve se descolar dos pares emergentes em 2019.
Fernanda Consorte
Estrategista de Câmbio
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Nota da Autora

Talvez existam pessoas que tenham o heroísmo (ou a cara de pau?) de fazer projeções com forte grau de convicção para a taxa de câmbio brasileira. Eu, economista de formação, com mais de 10 anos andando nesse mercado de inconstâncias, prefiro dizer que sou capaz de dar opiniões, quiçá direções para essa variável. Humildade posta, eventualmente tomarei a frente para dar opiniões sobre fatos que podem gerar consequências no mercado, tentando desvendar quem vem primeiro: o ovo ou a galinha.
       
       

Logo Horizontal Dourado

“O Grupo Ourinvest trabalha a Abordagem da Inovação Responsável,
buscando aperfeiçoar a cada dia os conceitos que fizeram com que
o grupo se destacasse nas últimas quatro décadas.”

Banco Ourinvest S.A. - CNPJ nº 78.632.767/0001-20
Edifício Ourinvest | Av. Paulista, nº 1.728
Bela Vista CEP 01310-919 - São Paulo - SP

Telefone: (55 11)
4081-4444
Atendimento ao Deficiente Auditivo:(55 11) 3171-3003
Ouvidoria do Ourinvest:
0800-603-4444 | 0800-775-4000

Assessoria de Imprensa: imprensa@ourinvest.com.br

 

googleplay