A corda arrebenta no lado mais fraco

CAUSA OU CONSEQUÊNCIA? O OVO OU A GALINHA?
A corda arrebenta no lado mais fraco



CAUSA: Semana passada, mencionei o movimento de aversão global. Pois bem, ele se intensificou na segunda-feira, e daí, meu amigo, nós meros brasileiros emergentes vimos o real subindo acima de US$/ R$ 3,91. E daí?
O Banco Central chamou dois leilões de linha com oferta total de US$ 2 bilhões (venda de dólar no mercado à vista, a partir das reservas internacionais. Entretanto, os dólares têm de ser devolvidos ao BC nos meses seguintes. Durante esse período, ficam no mercado, melhorando a liquidez). Embora leilões de linhas não tenham uma relação clara com contenção de variações cambiais, como o swap cambial, sugerem que o BC está atento e disposto a agir. Lá fora, há uma certa expectativa positiva sobre a reunião entre Trump e Xi Jinping prevista para a próxima sexta-feira, com o intuito de amenizar a “guerra comercial”.

CONSEQUÊNCIA: Com isso, voltamos ao patamar mais próximo a US$/ R$ 3,85 (ufa!), que faz mais sentido com os atuais fundamentos externos, enquanto não vemos nenhuma ação do novo governo – e nem daria, porque ele ainda não começou, e estamos num momento sazonalmente desfavorável para isso: quase férias no legislativo. Ou seja, até janeiro/fevereiro (para não falarmos do carnaval) estaremos ao sabor do mercado internacional, e daí, meu amigo, importante lembrar que a corda sempre arrebenta do lado mais fraco.
Fernanda Consorte
Estrategista de Câmbio
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Nota da Autora

Talvez existam pessoas que tenham o heroísmo (ou a cara de pau?) de fazer projeções com forte grau de convicção para a taxa de câmbio brasileira. Eu, economista de formação, com mais de 10 anos andando nesse mercado de inconstâncias, prefiro dizer que sou capaz de dar opiniões, quiçá direções para essa variável. Humildade posta, eventualmente tomarei a frente para dar opiniões sobre fatos que podem gerar consequências no mercado, tentando desvendar quem vem primeiro: o ovo ou a galinha.
       
       

Logo Horizontal Dourado

“O Grupo Ourinvest trabalha a Abordagem da Inovação Responsável,
buscando aperfeiçoar a cada dia os conceitos que fizeram com que
o grupo se destacasse nas últimas quatro décadas.”

Banco Ourinvest S.A. - CNPJ nº 78.632.767/0001-20
Edifício Ourinvest | Av. Paulista, nº 1.728
Bela Vista CEP 01310-919 - São Paulo - SP

Telefone: (55 11)
4081-4444
Atendimento ao Deficiente Auditivo:(55 11) 3171-3003
Ouvidoria do Ourinvest:
0800-603-4444

Assessoria de Imprensa: (11)3136-0544

 

googleplay